Return to site

Votação das prioritárias Agenda Rio 2017

Ao longo de todo o mês de agosto, a Campanha #Rio2017 esteve circulando pelas ruas e redes da metrópole perguntando aos fluminenses quais são as prioridades para a cidade, a partir dos temas da Agenda Rio 2017. Uma proposta-síntese foi extraída de cada uma das 12 frentes de atenção trabalhadas no documento. A votação, aberta online e com painéis físicos nos territórios, convidou os cidadãos a escolherem as seis demandas consideradas mais urgentes na lista. Confira abaixo quais temáticas receberam mais votos e leia as propostas associadas a elas. Para conferir todas as ações listadas para a construção de uma cidade metropolitana mais justa, democrática e sustentável, acesse: www.agendario.org.

1º Mobilidade Sustentável

Requalificação da malha de trens metropolitanos e suas estações, como base para um sistema aprimorado de transportes no Rio inteiro, combinando-a com a expansão de outros serviços de média e alta capacidade – metrô, barcas, BRTs – e com o acesso a eles por ônibus, bicicletas e caminhada, avançando na integração tarifária e operacional de todo o conjunto.

2º Saneamento Universal

Promoção efetiva do acesso universal à água e saneamento em toda a metrópole, com o fortalecimento do sistema de gestão e regulação no setor, a expansão necessária das redes de abastecimento de água, coleta e tratamento de esgoto e a adoção de políticas inovadoras para o uso eficiente da água e dos recursos naturais.

3° Cidade para Viver

Valorização dos parques, praças, áreas de preservação e espaços públicos de convivência e lazer, ampliação de programas de reflorestamento e arborização urbana e expansão de oportunidades de prática cultural, esportiva e de lazer em todo o espaço urbano, com equidade no acesso e fruição a todos os grupos sociais e faixas etárias.

4° Primado da Vida

Criação de programa de redução de mortes violentas na Baixada Fluminense e renovação das políticas de segurança pública nas favelas e territórios populares, com a afirmação da proteção à vida como seu princípio fundamental, a expansão de políticas sociais e urbanas preventivas e a promoção da integridade e controle social na ação das polícias.

5° Baía de Guanabara

Celebração de Pacto pela Recuperação da Baía, fixando metas, prazos e responsabilidades para a sua despoluição, e combinando-se com a adoção de plano de recuperação do seu entorno e suporte ao seu uso qualificado, na ocupação urbana, atividades econômicas e de transporte e como espaço revigorado de lazer para moradores e visitantes.

6° Igualdade Territorial

Adoção de programa de igualdade territorial para a metrópole, com o estabelecimento de metas mínimas para a provisão de infraestrutura, equipamentos e serviços públicos em todos os bairros e municípios e a retomada efetiva de políticas de urbanização e integração de favelas na capital e demais municípios.

6º Nova Economia

Afirmação da identidade do Rio com a economia verde, criativa e do conhecimento, como fator chave para o desenvolvimento futuro da cidade, combinando-se com a descentralização econômica no espaço metropolitano, por meio de novos arranjos produtivos e do suporte a indústrias de pequeno e médio porte e à inserção econômica plena de negócios locais.

7º Metrópole Integrada

Criação de sistema de gestão metropolitana, com valorização do planejamento urbano e a adoção de políticas integradas para a descentralização econômica, a articulação eficiente entre oportunidades de moradia, trabalho, serviços e lazer e a gestão qualificada de recursos públicos e naturais no espaço pleno da metrópole.

8º Participação e Direitos

Ampliação de canais de participação social na gestão e decisões públicas, com a valorização de conselhos, ouvidorias e outros mecanismos já existentes, o uso inovador das ferramentas digitais, a expansão de experiências de participação comunitária e a recuperação dos parlamentos como canais representativos de diálogo e debate plurais.

9º Gestão Republicana

Adoção por todos os municípios e pelo Governo do Estado de planos de metas transparentes para as gestões, implantação efetiva da Lei de Acesso a Informações e outros instrumentos legais de transparência pública e aprimoramento permanente dos meios de planejamento, gestão e coordenação nas várias instâncias dos governos.

10º Cidades e Cidadãos Inteligentes

Criação de sistemas de informações e operações integradas na gestão urbana na metrópole, agregando dados de fontes diversas nos órgãos públicos e cotidiano da cidade, envolvendo os cidadãos na criação de aplicativos e soluções inovadoras para o aprimoramento de serviços e aproveitando ao máximo o potencial das novas tecnologias.

11° Convivência Cidadã

Promoção cotidiana da cultura cidadã e da convivência plural nas várias dimensões da cidade, do desenho urbano ao uso compartilhado de vias e espaços públicos, fomentando o acesso e fruição plenos da vida urbana por todos os segmentos da população e o envolvimento amplo no aprimoramento contínuo da vida coletiva.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly