Return to site

Sociedade civil lança campanha para discutir desafios do Rio pós-Jogos

Iniciativa reúne 49 entidades do Rio e do Brasil e busca compromisso de candidatos com agenda de universalização do acesso a direitos e oportunidades, aprimoramento da gestão pública e desenvolvimento sustentável. Após o lançamento, campanha segue com ações em toda a metrópole durante os Jogos e a campanha eleitoral.

Por Raphael Gomide

A Casa Fluminense e mais 48 entidades da sociedade civil lançam, às 17h do dia 26, no Teatro Rival (Rua Álvaro Alvim, 33 – Cinelândia) a Campanha #Rio2017. A iniciativa parte da construção compartilhada da Agenda Rio 2017, documento que reúne visão e propostas para qualificar o debate público sobre os caminhos do Rio pós-Jogos, indo além do ciclo dos grandes eventos, do balanço do seu legado e da atual crise de recursos e horizontes do estado.

Fruto de entrevistas com atores de referência na cidade, fóruns para formulação de políticas, levantamento de dados e estudos, a Agenda traz propostas para os principais desafios do Rio nos próximos anos: da mobilidade à Baía de Guanabara; do saneamento à segurança pública; da inovação econômica à ampliação da participação e transparência na gestão.

Promovida por uma rede de organizações com histórico de ação no Rio e no país, a Campanha usará a Agenda Rio 2017 e o acúmulo das propostas setoriais dos seus vários parceiros para pautar as prioridades e políticas para uma metrópole universalmente mais justa, democrática e sustentável. Sem ignorar avanços recentes, o foco é mobilizar atores para o debate sobre o futuro do Rio e a necessária transição para o desenvolvimento da Cidade Metropolitana do século 21, ancorada na inclusão, serviços eficientes para todos e relações qualificadas com os recursos públicos e naturais.

Rio deve fazer a transição para a Cidade Metropolitana do século 21, ancorada na inclusão, serviços eficientes para todos e relações qualificadas com os recursos públicos e naturais.

Desde junho, a Casa Fluminense e a rede de parceiros têm se reunido com os pré-candidatos à prefeitura da capital. No dia 26, todos eles serão convidados a comprometer-se publicamente com a Agenda Rio 2017 e a Declaração de Compromisso da Campanha, ao lado de outros pré-candidatos às câmaras de vereadores e prefeituras na metrópole. Isso pressupõe apresentar plano de metas, criar instrumentos de transparência e prestação de contas, com monitoramento público, e manter a interlocução com a sociedade civil nas futuras gestões.

O evento de lançamento da Campanha será também oportunidade para o chamado à implantação local dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável. O Programa Cidades Sustentáveis apresentará pela primeira vez no Rio um conjunto de ferramentas concebido especialmente para auxiliar administrações municipais nesta missão. Os ODS são 17 objetivos e 169 metas para enfrentar os principais desafios sociais e ambientais do planeta até 2030. A lista foi referendada pelos países-membros da Organização das Nações Unidas (ONU).

A noite termina em samba, no palco do Rival, com Bira da Vila cantando o grande evento que é a vida cotidiana do cidadão fluminense. O show marcará o encerramento do encontro e o início de uma série de ações para a disseminação pública das propostas da Campanha #Rio2017.

A Campanha #Rio2017 vai até outubro

Durante as Olimpíadas, painéis espalhados pelo Rio vão apresentar as propostas dos parceiros em praças públicas. A população vai selecionar metas prioritárias e gravar vídeos com sugestões. Terminados os Jogos, as lentes apontadas para o Rio olímpico serão deslocadas para o Rio inteiro: ativistas de toda a Região Metropolitana vão fazer o percurso Japeri–São Gonçalo de bicicleta, visitando parceiros e espaços coletivos, registrando equipamentos públicos e o cotidiano da cidade no trajeto.

A circulação continua em setembro, com diálogos entre sociedade civil e candidatos às prefeituras e câmaras de vereadores nos demais municípios da metrópole. Organizações de Duque de Caxias, Nova Iguaçu, São Gonçalo e outros vão apresentar suas demandas e cobrar compromissos com a gestão inclusiva e, transparente.

A #Rio2017 está aberta à adesão de novas organizações, cidadãos, candidatos, veículos de mídia e de todos que desejem contribuir para o debate eleitoral e o fortalecimento da cidadania na construção da agenda do Rio inteiro. O conjunto das atividades está sendo coordenado pela Casa Fluminense, organização que se propõe a articular atores de todo o Rio para formulação e defesa compartilhadas de políticas.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly